Quem perder a sua vida, a encontrará

Quem perder a sua vida, a encontrará - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
"Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á." - Mateus 10:39
Como é possível alguém encontrar a vida perdendo-a? O versículo acima nos diz claramente que aquele que tentar salvar sua vida a perderá, mas quem perdê-la, a encontrará, mas você sabe o que Jesus quis dizer com isso?

Bom, seguir a Cristo exige sacrifício, ainda que Ele mesmo, já tenha feito o maior deles. Quem não é capaz de obedecer a Ele e seguir seus mandamentos não é digno dele. Aquele que encontra felicidade nas coisas deste mundo, está condenado a morrer. Mas aqueles que procuram seguir a Cristo e os seus mandamentos viverão. Infelizmente, muitas pessoas não aceitam o modelo de vida que Jesus nos propõe, pois não querem deixar de "aproveitar a vida" e desfrutar de tudo que o mundo oferece. Mas, o que elas não sabem, ou talvez até sabem, mas não se importam, é que o resultado de tudo isso é a perda da vida eterna.

Quando Jesus diz que quem perder sua vida a encontrará, Ele está falando em encontrar a vida eterna, a única que realmente valerá a pena, pois o que vivemos aqui é tudo passageiro. E para ganhar esta vida oferecida por Ele, é preciso perder nossa vida aqui na terra. Mas como fazer isso? Vivendo somente pela vontade de Deus e não pela carne. Muitos buscam poder, riquezas, bens materiais, prazeres mundanos e acabam se esquecendo de cultivar ações que os aproximam de Cristo. Somente Ele pode nos proporcionar a vida eterna. Riquezas ou poder não podem nos salvar.

Aqueles que se entregam aos prazeres deste mundo e possuem uma vida desvinculada de Deus estão sujeitos a perderem sua vida eterna. Aqueles que procuram satisfazer apenas suas próprias vontades, desobedecendo os mandamentos de Cristo estão sujeitos a perderem a vida eterna. Aqueles que são fracos de Espírito, que se deixam levar por crenças falsas e não possuem nenhum compromisso com Cristo e com a verdade, estão sujeitos a perderem a vida eterna. Mas aqueles que buscam viver segundo os ensinamentos de Cristo, e colocam os desejos e projetos dele em primeiro lugar, estão ganhando a vida eterna. Aqueles que estão dispostos a abrir mão de seus sonhos, suas vontades e os prazeres deste mundo para se dedicarem unicamente ao Senhor, estão encontrando a vida eterna. Portanto, não tenham medo de perder sua vida por amor a Cristo, é difícil, dói, mas, quem dá a vida a Jesus não perde, ganha!
Graça e paz meus amores, que Deus abençoe vocês!!!



Continue Lendo...

Como solucionar conflitos no Ministério de Dança

Como solucionar conflitos no Ministério de Dança - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira

Sabemos que trabalhar em equipe não é fácil, e que conflitos podem surgir. Entretanto, nem sempre conseguimos lidar com eles e permitimos que nosso ministério fique desorganizado. Pensando nisso, darei algumas dicas para auxiliar todos os líderes a resolverem estes conflitos:

Não confunda amizade com liderança: A primeira coisa que um líder deve ter em mente é que a amizade com seus liderados não deve influenciar suas decisões. Deus deu a cada líder a autoridade para definir se um ministro está apto, ou não para ministrar, e muitas vezes o líder sabe que ele não está e mesmo assim permite, por medo de desagradá-lo. Isto gera conflito no ministério pois os outros ministros percebem e muitas vezes questionam. O líder que está diante dessa situação e defende quem está errado, se queima e mostra que não é digno de confiança, portanto, a primeira coisa que você deve fazer para solucionar uma confusão no ministério é não confundir amizade com liderança e corrigir quem deve ser corrigido.

Identifique o problema: O que tem causado os conflitos? Um ministro? Uma situação? Uma coreografia que o grupo não aprovou? Um figurino que cada um quer fazer de um jeito? Quem começou a confusão? Procure saber de onde vem o conflito, a sua raiz. Só assim poderá resolvê-lo.

Analise os fatos: Seja qual for o motivo do conflito que vocês tiverem enfrentando, analise todos os fatos antes de tomar uma iniciativa. Se a confusão acontece entre dois ou mais ministros procure saber quem está certo, analise a situação e tudo que gerou o problema.

Avalie as alternativas: Depois que o problema estiver identificado e a situação analisada, comece a avaliar todas as alternativas possíveis. O que você pode fazer diante deste conflito? Disciplinar quem causou a confusão? Levar o problema até os pastores? Verifique tudo que pode ser feito e as consequências de cada ação, para chegar a melhor alternativa.

Escolha a melhor solução: Depois de analisar cada alternativa possível e as consequências de cada uma, escolha aquela que na sua opinião seria a melhor solução para aquele conflito. Mas não tome esta decisão baseada somente no que você acha, ore, converse com o Senhor a respeito e peça a Ele uma direção, para que Ele lhe ajude a tomar a decisão correta.

Um ministério de dança cheio de conflitos precisa buscar ainda mais a presença do Senhor. Quanto mais forte vocês forem, de mais forças irão precisar, pois o peso e as setas do inimigo serão ainda maiores. Portanto, evitem confusão, problemas, fofocas e intrigas. Sejam todos amigos e trabalhem em união. Não permita que o mal prevaleça no ministério de vocês. Amém?!




Leia também:
Continue Lendo...

Como fazer meu Ministério de Dança crescer

Como fazer meu Ministério de Dança crescer - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira

Um ministério de dança que deseja crescer e alcançar vidas através de sua arte precisa reconhecer que Deus é o centro e que tudo deve ser feito para a Glória Dele. Além disso deve haver comprometimento com Deus e uns com os outros. Se eu digo que tenho um compromisso com o Senhor, mas não me comprometo com meus colegas, estou mentindo. Portanto, seja responsável com todos do seu grupo e com o desenvolvimento de cada um.

Tenham em mente que existe um propósito para vocês estarem ali e que não foram vocês que decidiram entrar para um ministério de dança, foi Deus quem os escolheu, portanto, todos devem trabalhar buscando alcançar os objetivos de Deus para o grupo. Se eu não sei o que Deus quer de mim dentro do ministério devo orar e buscar uma resposta nele, pois se Ele me colocou lá é porque há algo que eu devo fazer.

É importante que vocês se reúnam não apenas para ensaiar as coreografias, mas também para aprenderem sobre dança, sobre ministério e buscarem a capacitação de Deus através do discipulado, da leitura e estudo da bíblia. O treinamento e o discipulado são importantes, pois o primeiro nos deixa apto a dançar e o segundo nos ajuda a crescer espiritualmente e desenvolver um caráter cristão.

Outra coisa que devemos ter em mente, é que independente do trabalho, sempre que há um conjunto de pessoas, há também a possibilidade de conflitos e se o grupo não está comprometido em resolvê-los existe uma grande chance de falha. Portanto sejam amigos uns dos outros, trabalhem em união, não permitam que pequenos problemas desviem o foco de vocês.

Líderes, aprendam a ouvir a Deus e saibam levar seu ministério a fazer o mesmo. Andem em dependência com o Senhor e compartilhe com seus liderados a direção que receber dele, não queira fazer tudo sozinho ou mandar como se fosse um chefe. Dê a cada ministro um papel e ensine o grupo que cada um deve ser respeitado como líder na área em que for responsável. Delegue as funções às pessoas corretas. Se alguém ainda não está apto a montar coreografias não deve ser responsável por isso, se um ministro não entende nada de som, sua função não pode ser cuidar da música. Dê a cada um o papel mais indicado, agindo dessa forma você não ficará sobrecarregado e fará com que o comprometimento do grupo aumente.

Ministros, vocês devem estar preparados para ajudar seus líderes nas decisões importantes do ministério. É preciso confiar em seu líder e crer que Deus está lhe direcionando. Seja submisso a ele, e a seus outros líderes espirituais também, como pastores, obreiros e líderes de células. Não queira saber mais que eles, não tente competir com eles e nem mostrar que é melhor. Mesmo que você seja mais experiente com danças, mais velho na idade ou até mesmo no ministério, você não é o líder, portanto deve respeitá-lo. Lembre-se que um dia você poderá estar no lugar dele, então não trate as pessoas como você não gostaria de ser tratado.

Ministérios de dança devem ter uma agenda com datas dos ensaios e ministrações. Procurem ter um planejamento das necessidades do grupo e os recursos financeiros para cada atividade. Trabalhem juntos como uma equipe, vivam em união e antes de fazerem as coisas do jeito de vocês procurem saber se esta é a vontade de Deus. Deem lugar ao Espírito Santo, para que Ele possa agir e realizar grandes coisas através de vocês, fazendo isso, com certeza seu Ministério de Dança será muito abençoado e crescerá cada dia mais. Deus abençoe vocês!!!


Continue Lendo...

Coisas que aprendi como Ministra de Dança

Coisas que aprendi como Ministra de Dança - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira

Independente do quanto você saiba, sempre há algo novo para aprender e ensinar, a não ser que você não queira adquirir novos conhecimentos ou compartilhar os seus. Como ministra de dança aprendi muitas coisas e algumas delas, contarei agora para vocês:

Estar preparado faz toda diferença: Este preparo não é em relação a técnica, a preparação aqui é espiritual. Quando estamos espiritualmente preparados para uma ministração nos sentimos mais seguros, e consequentemente a coreografia se torna mais fácil. Muitas vezes ministrei sem orar antes, sem estar totalmente em sintonia com o Espírito Santo e o resultado era insegurança, medo, vergonha, ansiedade, cheguei a esquecer coreografias e quando tentava dançar espontâneo os passos não vinham, era horrível, mas isso acontecia porque eu subia de qualquer maneira, sem um preparo espiritual. Portanto, uma dica que dou a vocês é: não ministrem sem antes se prepararem espiritualmente. Para saber mais sobre este assunto, leia: "O preparo espiritual antes das ministrações."

Críticas construtivas são sempre bem-vindas: Quando comecei a ministrar recebia muitas críticas, mas como ainda era inexperiente, minha reação era sempre a pior, chorava, achava ruim, não aceitava estar errada, não reconhecia que ainda tinha muito a aprender e algumas vezes até ficava chateada com quem me criticava. Mas com o tempo comecei a perceber que críticas fariam parte do meu trabalho e ficar com raiva não resolvia nada, só dificultava as coisas, foi aí que comecei a prestar  mais atenção no que ouvia e reconhecer que realmente eu poderia melhorar se seguisse esses conselhos e funcionou. Portanto, se você está recebendo críticas não fique chateado, pelo contrário, aprenda com elas e busque melhorar cada vez mais. Mas cuidado: crítica construtiva é uma coisa, crítica para te derrubar é outra, não leve em consideração comentários de quem não conhece seu trabalho e sua caminhada cristã. Leia mais sobre críticas em: "Porque me criticam tanto?"

É preciso ministrar com autoridade: O que significa ministrar com autoridade? Mostrar ao inimigo que quem é o dono de sua dança é Deus e que ele não tem poder para detê-la. O fato de você estar no altar ministrando quer dizer, que Deus e seu líder confiaram a você este direito, por este motivo há um peso espiritual sobre sua vida, tenha isso e mente e ore a respeito disso, pois o inimigo joga setas na vida dos ministros para fazê-los desanimar e até mesmo desistirem do seu chamado. Portanto, sempre que for ministrar tenha a responsabilidade de glorificar a Deus com o seu melhor, dê tudo de si, não faça nada somente para agradar o seu líder, busque sempre agradar ao Senhor, e tenha autoridade ao ministrar, dessa forma as pessoas verão a Glória de Deus descer sobre suas vidas e transformá-las em novas criaturas. Leia mais em: "Como agradar ao Senhor com a minha dança?"

Calma e paciência são indispensáveis: Você precisará lidar com as mais diversas situações dentro do ministério, um CD furado, uma roupa estragada no dia da ministração, uma dor insuportável que te impedirá de dançar naquele dia, uma coreografia que você deu tudo de si e no momento esqueceu os passos, uma pessoa que falta, outra que nunca consegue pegar os passos, outra que só sabe reclamar de tudo e não ajuda em nada, enfim, é preciso ser paciente e calmo para superar esses pequenos problemas e até os maiores. Quanto mais você se estressa, mais desanimado você fica. Ore a Deus pedindo que lhe dê sabedoria para conseguir lidar com todas as situações e que lhe ajude a passar por elas com tranquilidade.

É possível aprender observando e ouvindo: Não aprendemos apenas nas escolas de dança ou nos ensaios do ministério, cada lugar diferente que vamos ministrar, cada pessoa mais experiente que conversamos, sempre tem algo legal para nos ensinar. Procure aprender com cada oportunidade que você tiver, participe de congressos, mesmo que você não vá para dançar, fique ligado em algum curso que pode surgir na sua cidade ou ainda outro ministério que irá visitar sua igreja, sempre há algo a aprender mesmo que seja apenas ouvindo e observando. Muitas pessoas ficam preocupadas apenas em mostrar o que sabem, mas não param para observar os outros e acabam perdendo grandes chances de aprendizado.

Expressar nossas ideias é fundamental: Desenvolva sua criatividade, pense naquilo que ninguém pensou ainda, tenha ideias, mas não as guarde somente para você, expresse-as. No meu ministério, no momento em que estamos montando uma coreografia sempre damos espaço para todos contribuírem e darem suas sugestões, não sei se com vocês funciona assim, mas provavelmente sim, portanto, aproveite este momento, tenha sempre uma ideia, uma sugestão, algo que você acredita que ficaria legal se vocês fizessem. Não seja um ministro frio, que apenas faz o que te mandam e pronto. Participe, ajude, contribua, tenha sempre algo para falar, nossas ideias podem gerar resultados incríveis.

É preciso sair da rotina: Quem disse que crente não pode dançar de tudo? Pode sim, desde que seja feito com ordem e decência. Se você acha que está envergonhando o evangelho dançando um funk na igreja, tudo bem, então não dance, mas se não vê problema em dançar um axé ou um jazz, por exemplo, então porque não dançar? Quem disse que devemos dançar apenas balé e contemporâneo? Pelo contrário, não fique preso somente àquilo que você gosta ou acha bonito, à apenas um estilo de dança ou a um tipo de roupa, aprenda a se adaptar em diversas situações e procure fazer também o que você não é acostumado, o resultado pode ser surpreendente. Ainda falando em sair da rotina, “procure sair da igreja”, Deus não nos deu um dom para ser usado somente entre quatro paredes, há pessoas lá fora que precisam de nós. Se o seu grupo é grande, divida-o em grupos menores e separe alguns para dançar em clínicas de recuperação, outros em escolas, outros em asilos, hospitais, orfanatos, etc. O lugar que Deus mandar vocês é onde devem ir. Use seu dom para alcançar vidas, afinal, foi para isso que Deus nos chamou.

 Estas foram apenas algumas coisas que aprendi, mas todos os dias aprendo algo novo, busco extrair conhecimento a cada nova situação, a cada oportunidade. E você, como ministro de dança, o que tem aprendido? Compartilhe com a gente algumas de suas experiências nos comentários.


Continue Lendo...

Dica: A roupa certa para o ensaios

No artigo de hoje o tema diz respeito as roupas. O que devo usar no ensaio de dança? O que devo evitar? Continue lendo e confira:

Muitas pessoas pensam que por ser apenas ensaio podem se vestir de qualquer maneira, com roupas curtinhas, muito coladas, transparentes, jeans, etc. Porém, é extremamente importante que haja um cuidado a respeito disso. Para garantir um ensaio de qualidade precisamos nos atentar para a roupa que usaremos nele. Primeiramente, porque ela influencia na mobilidade do corpo, além disso se você deixar o corpo muito exposto e no momento do ensaio chegar alguém de fora do ministério de dança e ver, isso pode transmitir uma imagem ruim de você.

Veja o exemplo de algumas roupas que devem ser evitadas:


Calça jeans (a não ser que faça parte da coreografia):
 A roupa certa para o ensaios - Calça jeans



Bermuda jeans:

Blusas decotadas:




Roupas muito curtas:




Macacão:





Vestidos:




Saias:



A roupa ideal é aquela nos dê uma flexibilidade para a execução dos movimentos e que nos permita fazer tudo que for proposto nas coreografias. Por exemplo:

Calça legging:




Calça ou bermuda de tecido:





Camisetas ou blusas mais compridas:




Collant:




Os ensaios não servem para os ministros exporem seu corpo, e sim para desenvolverem suas habilidades. Durante os ensaios o líder do ministério de dança ou coreógrafo, deve observar como está a postura dos dançarinos, incluindo ombros, coluna, quadril e joelhos, portanto, se eles estiverem usando uma roupa inadequada, este trabalho pode ser dificultado. 

Outro ponto que devemos nos atentar é em relação aos calçados. Evite ensaiar usando:


Tênis (a não ser que faça parte da coreografia):





Sandálias:
Chinelos:





Procure sempre usar:

Sapatilhas de dança:
Tênis de dança:




Ou deixe os pés descalços:





Estas foram algumas dicas, simples, mas que podem influenciar bastante na hora dos ensaios e garantir um resultado melhor. Se todos fizerem sua parte, com certeza os ensaios do ministério de dança serão muito produtivos.
Continue Lendo...

Nascer líder ou tornar-se um?

Nascer líder ou tornar-se um?  Reflexão Blog Dança Cristã - Milene Oliveira
Liderar não é uma tarefa fácil, quem é líder sabe disso, é preciso muita paciência, disciplina, compromisso e humildade. Ao contrário do que muitos pensam o papel de um líder não é mandar e exigir que seus liderados o obedeçam, mas sim conduzi-los, motiva-los e influenciá-los de forma positiva. 

Mas é possível desenvolver a liderança ou já nascemos com o dom para isso? Quem não nasceu para ser líder, pode tornar-se um? Muitas pessoas se assustam quando falamos em liderar, mas muitas nem percebem, que já são líderes: um pai de família é um líder em sua casa, um professor é um líder em sala de aula, o pastor é um líder na igreja, enfim, há diversas formas de liderança e muitas vezes o líder não tem um cargo, ele se torna líder diante das situações do cotidiano. 

Agora, falando em relação ao cargo, acredito que todos nascem com o dom para liderar, mas alguns desenvolvem esse dom e outros não. Os que desenvolvem são aqueles que: na escola querem representar a turma, nos trabalhos em grupo é sempre o que divide as tarefas, em casa vive impondo a suas vontades, na igreja gosta de ajudar e expressar sua opinião sobre como as coisas poderiam ser feitas, enfim, essas pessoas desempenham com facilidade o papel de líder, outras porém, são mais reservadas, preferem mais observar do que estar a frente de algo, não se imaginam liderando uma equipe, odeia responsabilidades e muitas vezes quer jogá-las nas costas dos outros. Um outro tipo de pessoa é aquele que quer liderar, mas não sabe como fazer, é tímido e sente que não tem potencial para isso. Mas o que fazer quando uma pessoa deseja ser um líder, mas não desenvolveu este esse dom?

Antes de mais nada você precisa saber que é possível sim, tornar-se um líder. Não existe uma maneira ou um segredo para isso, até mesmo quem possui o dom da liderança naturalmente precisa desenvolvê-lo sempre. O primeiro passo é reconhecer que este não é um trabalho fácil, você terá que lidar com os mais diversos tipos de pessoas e tratar a todos com igualdade e respeito. A segunda coisa necessária é trabalhar a comunicação e superar a timidez. Uma pessoa muito tímida dificilmente conseguirá liderar um grupo, pois é preciso falar muito, ensinar, representar o grupo ou ministério, diante da igreja, enfim, você terá que se expor em diversas situações. Além disso você deve ter em mente que precisa ser um exemplo e ensinar não apenas com palavras, mas também com atitudes, se você deseja ter uma equipe boa e que sigam seus passos, precisa tornar-se admirável aos olhos deles. 

Outro fator importante é acreditar em você, todos temos potencial para tornarmos o que quisermos, com muito estudo e disciplina podemos chegar muito mais longe do que imaginamos. Liderar pode não ser uma tarefa fácil, mas também não é impossível, busque ajuda em Deus, ore muito, leia livros sobre liderança, busque orientação e aconselhamento em pessoas mais maduras, observe os seus líderes e espere o tempo de Deus, no momento certo você chegará onde deseja. Deus te abençoe!!!






Leia também:
Continue Lendo...

O que levar para o retiro de carnaval

O que levar para o retiro de carnaval - Lista do que colocar na mala - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira

Bom dia meus amados, tudo bem com vocês? Hoje começa o carnaval e eu suponho que todos irão para o retiro não é mesmo? Assim eu espero, rs. Mas se você ainda está em dúvida sobre ir com a igreja ou ficar para festejar ou se pretende curtir o carnaval e já está decidido, indico que você leia este texto, antes da festa começar: Como cristão, posso participar do Carnaval?

Bom, como sabemos a maioria dos retiros começam na sexta a noite ou no sábado, e hoje é o dia da arrumação das malas, daqueles que assim como eu, deixam tudo para a última hora. E foi pensando nisso que decidi fazer uma lista das coisas que não podem faltar na sua mala. Se você já está com tudo pronto, leia mesmo assim, para garantir que você não está esquecendo nada, e para quem não arrumou ainda, com certeza será de grande ajuda. Espero que vocês gostem das dicas, vamos la?!

Local:
Antes de começar a fazer a mala, procure saber qual o local onde acontecerá o retiro e como ele é. É uma casa, chácara ou será tipo um acampamento? No local tem camas, colchões, barracas ou você terá que levar? Tem calçada, grama? É muito quente, ou frio? Tem piscina? Junte todas estas informações antes de começar a se organizar.

Programação:
Quais as atividades que vocês farão no retiro? Terá esportes? Atividades de lazer na piscina, rio ou cachoeira? Quantos dias vocês ficarão por lá? Terá festas, almoços ou jantares temáticos? Tenha tudo isso em mente quando for arrumar suas coisas.

O que levar:

Produtos de Higiene pessoal:


O que levar para o retiro de carnaval - Produtos de higiene pessoal - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Escova de dentes
♥ Creme dental
♥ Fio dental
♥ Shampoo e Condicionador
♥ Pente ou escova de cabelos
♥ Sabonete e Bucha
♥ Desodorante
♥ Hidratante
♥ Protetor Solar
♥ Repelente
♥ Leve um rolo e papel higiênico, por prevenção;
♥ E qualquer outro produto que você considere necessário (perfumes, maquiagem, etc.)


Cama e Banho:


O que levar para o retiro de carnaval - cama e banho - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira





♥ Roupa de Cama (Lençol e fronha)
♥ Cobertas (Pode ser um edredom ou uma colcha mais fresca, depende do clima do local).
♥ Travesseiro
♥ Toalha de Banho
♥ Toalha de Rosto
♥ Saco de Dormir ou Barraca (Caso seja acampamento)
♥ Colchão inflável (caso não tenha no local)






Vestuário:


O que levar para o retiro de carnaval - vestuário - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Pijama
♥ Peças íntimas (calcinha, sutiã, cueca, não deixe-as exposta)
♥ Meias
♥ Blusas (para meninas) ou Camisas (para rapazes)
♥ Shorts (para meninas) ou Bermudas (para rapazes)
♥ Calças jeans e legging
♥ Roupa de Frio
♥ Chinelo
♥ Sandália
♥ Tênis
♥ Bonés
♥ Roupas Temáticas (em caso de festa temáticas)
♥ Roupas de Banho (em caso de piscina, rio ou cachoeira, mas nada que mostre o corpo)


Acessórios:

O que levar para o retiro de carnaval - acessórios - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Bíblia
♥ Caderno de anotações
♥ Lápis e caneta
Eu costumo levar também um livro, para ler nas horas vagas;
♥ Câmera fotográfica
♥ Óculos de Sol
♥ Lanterna
♥ Sacos plásticos para guardar as roupas sujas
♥ Prancha, Secador e prendedores de cabelo (se achar necessário)
♥ Bolsa ou mochila menor
♥ Celular
♥ Carteira com seus documentos e dinheiro (caso seja necessário)


Alimentos:


O que levar para o retiro de carnaval - alimentos - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Biscoitos
♥ Chocolate
♥ Frutas
♥ Garrafinha de água
♥ E tudo que achar necessário.
♥ Procure saber se terá pratos, copos e talheres no local, caso não tenha, providencie.
Leve também alguns remédios para usar em caso de dores ou alergias.. E qualquer outro medicamento que você faça o uso contínuo.



Evite Levar:


O que levar para o retiro de carnaval - biquíni - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira


Roupas inadequadas como: mini-saias, decotes exagerados, vestidos ou shorts muito curtos, sungas, biquínis, etc.)
♥ Notebook, tablets ou ipod.
♥ Jóias, relógios ou qualquer outra coisa muito valiosa.
♥ Bebidas alcoólicas e cigarros.
♥ Grande quantidade de dinheiro.





Dicas Gerais:


O que levar para o retiro de carnaval - mala - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Faça uma outra lista com tudo o que você colocar na mala, para conferir antes de voltar para casa e verificar se não está esquecendo nada;
♥ Aproveite bem todos os espaços e leve apenas o necessário;
♥ Enrole as peças ao invés de dobrá-las, para ganhar mais espaço;
♥ Leve roupas confortáveis, que não sejam muito apertadas;
♥ As peças que você utilizará mais, devem ficar por cima, para facilitar o acesso;
♥ Coloque no fundo as peças mais pesadas e nas laterais, os calçados e roupas íntimas;
♥ Coloque os produtos de higiene pessoal dentro de uma necessaire, para não correr o risco de vazar alguma coisa e manchar suas roupas;
♥ Depois que tudo estiver pronto coloque por cima os itens de cama e banho;
♥ A carteira com os documentos e o dinheiro, os óculos, a bíblia e o celular devem ir separados dentro de uma bolsa ou mochila menor;
♥ Algumas roupas não sujam com facilidade (calças jeans, por exemplo), e podem ser usadas mais de uma vez, se você não se importa em repetir roupas é uma forma de ganhar espaço na mala;
♥ Evite levar roupas que amassam muito, caso contrário você terá que levar também um ferro de passar;
♥ Deixe a roupa, o calçado e os acessórios que for usar na viagem separados, fora da mala.

Procure saber se a sua igreja possui um regulamento, do que pode e o que não pode no retiro, caso não tenha, aqui vão algumas dicas:

O que levar para o retiro de carnaval - Evite Roupas Curtas - Blog Dança Cristã - Por Milene Oliveira
♥ Evite ficar passeando com roupas de banho, use somente nos momentos corretos;
♥ Evite estampas de caveiras, ou qualquer outra imagem ou texto ofensivo;
♥ Evite usar shorts, bermudas, saias e vestidos acima dos joelhos, blusas mostrando a barriga e peças com decotes exagerados;
♥ Evite ficar emprestando suas coisas, e tenha cuidado para não perder nada;
♥ Não mexa nas coisas dos outros sem permissão;
♥ Evite o uso do celular durante as atividades, deixe-o sempre no silencioso, e não faça ligações fora de hora.
Meninas, não fiquem indo ao quarto (ou barraca) dos meninos a noite, serve para os meninos também;
♥ Evite ficar muito próximo ao seu namorado (ou namorada), você não vai a um retiro para namorar. Isso serve para os solteiros também, nada de namoricos escondidos, lembrem-se: o seu líder pode até não ver, mas Deus vê tudo;
♥ Evite brincadeiras sem graça, que possam machucar ou chatear alguém;
♥ Procure se dar bem com todos, evite brigas ou discussões, aproveite para fazer novas amizades;
♥ Evite sair do local das reuniões, vá ao banheiro antes de começar o culto e leve sua garrafinha de água com você;
♥ Não jogue o lixo no chão, ajude a manter o ambiente limpo e organizado;
♥ Aproveite esses dias para se aproximar mais de Deus, desligue-se de tudo que possa tirar sua atenção, não vá para o retiro pensando em arrumar um namorado ou apenas se divertir. Esqueça as redes sociais durante estes dias e concentre-se em Deus.

Um retiro espiritual é sempre uma boa oportunidade para nos aproximarmos mais do Senhor, sentir a sua presença, sermos renovados e fortalecidos. E com certeza é a escolha certa para todos nós cristãos, que devemos sempre buscar mais de Deus e fugir dos prazeres da carne. Portanto, escolha Jesus, uma alegria que não vai acabar depois de 5 dias. Deus abençoe você!!!






Leia também:

Continue Lendo...

Em qual multidão você está?

Em qual multidão você está? Na que segue Jesus, ou na que segue a morte? Na multidão que inaugura um novo tempo de esperança para aqueles que creem, ou na multidão dos sonhos que não vão se realizar?
Multidão que seguia Jesus - Estudos para ministério de dança, Blog Dança Cristã, Milene Oliveira
"Logo depois, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, e com ele iam os seus discípulos e uma grande multidão. Ao se aproximar da porta da cidade, estava saindo o enterro do filho único de uma viúva; e uma grande multidão da cidade estava com ela. Ao vê-la, o Senhor se compadeceu dela e disse: "Não chore". Depois, aproximou-se e tocou no caixão, e os que o carregavam pararam. Jesus disse: "Jovem, eu digo, levante-se!" O jovem sentou-se e começou a conversar, e Jesus o entregou à sua mãe. Todos ficaram cheios de temor e louvavam a Deus. "Um grande profeta se levantou dentre nós", diziam eles. "Deus interveio em favor do seu povo." Essas notícias sobre Jesus espalharam-se por toda a Judeia e regiões circunvizinhas." - Lucas 7:11-17
Ao se aproximar de uma pequena aldeia chamada Naim, Jesus se depara com uma cena um tanto comovente: uma grande multidão, um jovem morto e uma mãe inconformada que acabara de perder seu único filho. Este passagem é muito importante, pois retrata a presença de duas multidões de pessoas, uma que seguia um funeral e uma que seguia a Jesus, e é sobre isso que vamos falar. De um lado se encontrava um povo sem esperança, cortejando a morte e de outro, o cortejo da vida, daqueles que seguiam a Cristo.

Naquele época a situação social de uma mulher viúva era bem complicada, pois ao perder seu marido ficava sobre a proteção dos filhos, mas o jovem falecido era o único filho daquela mulher, que agora encontrava-se sozinha no mundo, sem esperança, e dependeria da boa vontade de seus vizinhos. Jesus vê a situação dessa mulher, e se compadece dela. Diferente de outros relatos onde muitos pedem um milagre, aqui ninguém pediu a ajuda de Jesus, mas Ele tomou a iniciativa e dirigiu-se até a mulher. Jesus sabe do que você precisa, mesmo que você não o diga. Primeiramente, ele profere uma palavra de consolo dizendo: "Não chores!", depois aproximou-se e tocou no caixão liberando palavras de poder. E em meio a um problema que parecia não haver mais solução, uma situação que aos olhos humanos já não havia mais esperança, Jesus restitui a vida e transforma a realidade daquela viúva, devolvendo a ela seu único filho.

Todos ficaram maravilhados com o que havia acabado de acontecer e começaram a glorificar o nome do Senhor, e aquela multidão se torna uma, a multidão do novo tempo, e da esperança, a multidão vencedora da morte. E hoje eu quero que você reflita: Em qual multidão você está? Na que segue Jesus? Ou na que segue a morte? Na multidão que inaugura um novo tempo de esperança para aqueles que creem ou na multidão dos sonhos que não vão se realizar? 

Algumas pessoas seguem pastores, pregadores, ministérios, cantores, etc, mas se esquecem de seguir o próprio Deus, somente Ele pode vencer a morte. As vezes é difícil seguir Jesus, mas este é o nosso lado humano, a nossa carne, mas quando estamos no espírito não há nada que seja impossível. Nós cristãos, temos que ser testemunhas de Cristo nesta terra, para que seu nome seja glorificado, precisamos viver de forma que as pessoas olhem para nós e digam: "Jesus Cristo passou por ali." E para que isto aconteça, precisamos estar na multidão que segue a vida, da esperança e do amor. Escolha hoje mesmo estar nesta multidão. Deus abençoe você!



Continue Lendo...

© Milene Oliveira - 2018 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design |
imagem-logo